Contido principal do artigo

diana maria ferreira martins
Universidade do Minho
Portugal
https://orcid.org/0000-0002-7463-8010
Biografía
sara Reis da Silva
universidade do minho
Portugal
http://orcid.org/0000-0003-0041-728X
Biografía
No 7 (2020), Notas, páxinas 59-81
DOI https://doi.org/10.15304/elos.7.6564
Recibido: 26-01-2020 Publicado: 05-06-2020
Copyright Como citar

Resumo





O presente texto centra-se num conjunto de obras – no total, três, todas vindas a lume antes de 1974 (ano da instauração do regime democrático em Portugal) – que constituem recriações/versões do conto clássico Cinderela ou A Gata Borralheira e tem por objetivo contribuir para a ampliação da História da Literatura Infantil e Juvenil Portuguesa, e de um modo mais particular, da História do livro-objeto inscrito na Literatura para a infância em Portugal, um campo investigativo ostensivamente lacunar. Inscritas num período que, cremos, seminal da História do livro-brinquedo no contexto nacional, estas reinvenções do referido conto da tradição oral, amplamente difundido em traduções, adaptações e revisitações diversas até à contemporaneidade, tendem a aproximar os pequenos leitores do livro pelo fomento de laços afetivos com este objeto, seguindo de perto uma das tendências atualmente crescente da produção literária. A definição deste conjunto teve em consideração a diversidade verbo-icónica e plástica, bem como de estratégias gráficas/visuais (por exemplo, ao nível do próprio material de composição/produção do livro).





Detalles do artigo