Contido principal do artigo

Rosely de Fátima Silva
Universidade de São Paulo
Brasil
http://orcid.org/0000-0003-0728-2808
Biografía
No 53 (2018): 2º semestre, Notas
DOI https://doi.org/10.15304/bgl.53.5039
Recibido: 01-04-2018 Aceptado: 09-09-2018 Publicado: 03-11-2018
Copyright Como citar

Resumo

Este ensaio propõe iniciar uma discussão, através de uma análise que una literatura e filosofia, do poema “Fonte”, de Herberto Helder, sobre os topoi do tempo –preponderantemente esse- e do espaço e os seus desdobramentos na escrita do poeta e, assim, questionar e reconstituir a existência humana através da linguagem poética.

Citado por

Detalles do artigo

Citas

Adorno, Theodor W. 2003. Notas de Literatura I. São Paulo: Duas Cidades, Editora 34.

Aristóteles. 2008. Física. Madrid: Editorial Gredos, S. A. U.

Aristóteles. 1993. Poética. São Paulo: Ars Poetica.

Belo, Ruy. 1997. Homem de Palavra[s]. Lisboa: Editorial Presença.

Guedes, Maria Estela. 2010. A obra ao rubro de Herberto Helder. São Paulo: Escrituras Editora.

Heidegger, Martin. 2005. Carta sobre o humanismo. São Paulo: Centauro.

Heidegger, Martin. 2012. Ser e tempo. Campinas, SP: Editora da Unicamp; Petrópolis, RJ: Editora Vozes.

Helder, Herberto. 2015. Os Passos em Volta. Porto: Porto Editora.

Helder, Herberto. 2006. Ou o Poema Contínuo. São Paulo: A Girafa Editora.

Knox, Bernard. 2002. Édipo em Tebas. São Paulo: Editora Perspectiva.

Knox, Bernard. 1966. The Heroic Temper. Berkeley and Los Angeles: University of California Press.

Kury, Mário da Gama. 2003. Dicionário de mitologia grega e romana. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed.

Lourenço, Eduardo. 1981. Fernando Pessoa Revisitado: Leitura Estruturante do Drama em Gente. Lisboa: Moraes Editores.

Lourenço, Eduardo. 1987. Tempo e Poesia. Lisboa: Relógio d’Agua Editores Lda.

Martelo, Rosa Maria. 2010. A Forma Informe, leituras de poesia. Lisboa. Assírio e Alvim.

Mauthner, Fritz. 1910. Wörterbuch der Philosophie. Munique e Leipzig: Georg Muller [trechos traduzidos por Laura Moosburger e Márcio Suzuki].

Pessoa, Fernando. 1986. Obra Poética. Rio de Janeiro: Editora Nova Aguilar.

Pessoa, Fernando. 1976. Obras em Prosa. Rio de Janeiro: Editora Nova Aguilar.

Perrone-Moysés, Leyla. 2001. Fernando Pessoa, aquém do eu, além do outro. São Paulo: Martins Fontes.

Sófocles. 2004. Édipo Rei. São Paulo: Editora Perspectiva.